É isso mesmo, as bebidas alcoólicas na Noruega só são vendidas nas “vinmonopolet”. Apenas as bebidas com uma percentagem inferior a 4,6% de teor alcoólico podem ser vendidas nos supermercados.
Nos países nórdicos, com a excepção da Dinamarca a partir dos meados de 1900 o álcool foi proibido. Na Islândia a cerveja era proibida até 1989!!!! imaginem! Até aos dias de hoje existe uma espécie de bloqueio ao livre comércio de bebidas alcoólicas, à excepção da Dinamarca o álcool é extremamente controlado, de tal maneira que os governos criaram estas lojas de venda. “Vinmolopolet” na Noruega, “Systembolaget” na Suécia, “Vinbúdin” na Islândia e “Alko” na Finlândia.
O leitor não fique preocupado, nos restaurantes é permitida a venda de bebidas alcoólicas, mas claro, mediante sérias e apertadas restrições!
Para um português em Oslo esta é uma situação ridícula, pois até numa estação de serviço ou a qualquer hora numa loja de conveniência podemos comprar uma garrafa de vinho. Aqui não! As “vinmonopolet” têm um horário como uma loja normal, fechando no fim de semana a partir das 15h de sábado. A partir daí nada feito. Se quiser comprar uma garrafa de vinho, só na segunda-feira.
Mas estas restrições só têm o efeito contrário ao desejado, é precisamente onde se bebe mais. Como o acesso ao álcool não é fácil, as pessoas quando vão ás “vinmonopolet” ainda compram mais, para não faltar!!! Eu próprio faço o mesmo, é logo uma caixa…

É a vida no Norte.